quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Comentáros para quê?





'No Line on the Horizon'
No Line On The Horizon, the new studio album from U2, will be released on Monday 2nd March 2009.

Written and recorded in various locations, No Line On The Horizon is the group’s 12th studio album and is their first release since the 9 million selling album How To Dismantle An Atomic Bomb, released in late 2004.

Sessions for No Line On The Horizon began last year in Fez, Morocco, continued in the band’s own studio in Dublin, before moving to New York’s Platinum Sound Recording Studios, and finally being completed at Olympic Studios in London.

The album calls on the production talents of long-time collaborators Brian Eno and Danny Lanois, with additional production by Steve Lillywhite.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Jorge Palma no Coliseu



Já há algum tempo que não colocava aqui o Jorginho por isso cá vai.

domingo, 30 de novembro de 2008

Elis Regina no seu melhor...


As aparências enganam, aos que odeiam e aos que amam
Porque o amor e o ódio se irmanam na fogueira das paixões
Os corações pegam fogo e depois não há nada que os apague
se a combustão os persegue, as labaredas e as brasas são
O alimento, o veneno e o pão, o vinho seco, a recordação
Dos tempos idos de comunhão, sonhos vividos de conviver
As aparências enganam, aos que odeiam e aos que amam
Porque o amor e o ódio se irmanam na geleira das paixões
Os corações viram gelo e, depois, não há nada que os degele
Se a neve, cobrindo a pele, vai esfriando por dentro o ser
Não há mais forma de se aquecer, não há mais tempo de se esquentar
Não há mais nada pra se fazer, senão chorar sob o cobertor
As aparências enganam, aos que gelam e aos que inflamam
Porque o fogo e o gelo se irmanam no outono das paixões
Os corações cortam lenha e, depois, se preparam pra outro inverno
Mas o verão que os unira, ainda, vive e transpira ali
Nos corpos juntos na lareira, na reticente primavera
No insistente perfume de alguma coisa chamada amor.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Só para relembrar...

Só para lembrar aqueles mais distraídos que um novo album destes nossos amigos está para breve. Fica aqui um video raro...

sábado, 18 de outubro de 2008

É verdade já cá canta mais um ano...

Tal e qual o ano passado cá vai...


3434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434343434

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Para a minha Laura...

Obrigado Laura por todo este tempo que estiveste à minha espera. Vejo os meus erros e o quanto mereces todo o meu amor. Fizeste-me ver que o amar é muito mais do que aquilo que eu julgava que era. És a mãe da nossa Margarida e a minha companheira. Para ti que sempre estiveste ao meu lado mesmo quando eu não o merecia um beijo muito muito especial. Agora é tempo de recolher aos aposentos e em privado resolver as coisas paradas à tanto tempo.


João.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Dormir pouco...

Sempre dormi pouco. Ainda este verão passei por mais uma fase de 4 horas diárias de sono. Mas esta noite após uma bela noite de conversa, riso e muita recordação dormi apenas 2h e meia. Estou de rastos. Será sinal de velhice ou de juizo? Bem o tempo o dirá, mas já não aguento tanto como dantes.

sábado, 11 de outubro de 2008

terça-feira, 30 de setembro de 2008

No mesmo dia...





Ora cá está dos Alpes ao Mediterrâneo no mesmo dia...

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Possivelmente por aqui!


Pois é as férias estão aí a chegar. Após estes meses de folia que agora terminam aí vêm as merecidas férias. Desta vez Teatcha vai tentar algo mais longe. Terra da Heidi e do seu avô para os mais nostalgicos. Os Alpes.

Beijos para os que aqui me ouvem,

Teatcha

domingo, 7 de setembro de 2008

Folia

"A FOLIA VAI ACABAR!!!". Pois é mais um ciclo que se fecha. Hoje é Domingo não de pentecostes mas poderia ser. Faltam 5 espectáculos do Folia. Foram dois verões que nos viraram do avesso. De facto baralhamos e demos tudo de novo. Bem haja Agostinho. Por agora está no fim. Desfrutar até à ultima gota isto a que chamamos folia é o que devemos fazer, depois devemos guardar numa espécie de caixinha todos os sentimentos e emoções por que passamos e vamos abrindo a mesma conforme precisamos.

Quanto ao Teatcha também vai arrumar as botas. dei o melhor de mim e que sabia. É bom voltar aos palcos e voltar a sentir. Aos que lá estiveram e estão uma dança final, com gaitas, bombos e mais alguns instrumentos que não me lembro, com muita alegria.

Teatcha

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Dedicatória


E agora uma pequena dedicatória a todos os que passam pelos blogs e não os comentam:

BISBILHOTEIROS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Portugal Profundo

Existem três formas de viajar por Portugal:
1) A primeira claro está é viajar mesmo;
2) A Segunda é beber um bom copo de vinho e deixarmo-nos viajar por esse pais fora;
3) A terceira é ouvir os GAITEIROS DE LISBOA.

domingo, 24 de agosto de 2008

No meu lugar...

Desce até cá bastante abaixo e coloca-te no teu lugar.



In My Place
Coldplay

Composição: Berrymna/Buckland/Champion/Martin

In my place, in my place
Were lines that I couldn't change
I was lost, oh yeah
I was lost, I was lost
Crossed lines I shouldn't have crossed
I was lost, oh yeah

Yeah, how long must you wait for it?
Yeah, how long must you pay for it?
Yeah, how long must you wait for it?
For it

I was scared, I was scared
Tired and underprepared
But I waited for you
If you go, if you go
Then Leave me down here on my own
Then I'll wait for you, yeah

Yeah, how long must you wait for it?
Yeah, how long must you pay for it?
Yeah, how long must you wait for it?
For it, yeah

Sing it please, please, please
Come back and sing to me
To me, me
Come on and sing it out, now, now
Come on and sing it out, to me, me
Come back and sing it.

In my place, in my place
Were lines that I couldn't change
I was lost, oh yeah
Oh Yeah

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

AOS TAPAFUROS


Pois é hoje apeteceu-me dedicar este pequeno espaço aos Tapinhas. Pequeno sonho criado há cerca de 18 anos. Sonho criado do nada, sem saber nem sabedoria. Apenas com a vontade e boa disposição de todos. Curiosamente na sua criação o grupo era mais ou menos um grupo de 30 pessoas quase quase o mesmo número de pessoas do Folia. Desta vez estou. Com toda a loucura e disponibilidade que a vida permite. Com já muitos espectáculos passados (para uns já é a segunda dose) lanço aqui um muito obrigado por manterem este grupo vivo e jovem, sem nunca olhar para as dificuldades sem ser com o objectivo de as ultrapassar. Que muitas dificuldades venham então e provemos a todos que ainda vale a pena servir o Teatro.

Cá fica uma imagem da loucura existente.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

E quando o mundo desaba nada melhor que viajar...






Quando nos falta o chão debaixo dos pés nada melhor do que viajar e aproveitar aa vida pois...

sábado, 2 de agosto de 2008

In a Manner of Speaking



In a Manner of speaking
I just want to say
That I could never forget the way
You told me everything
By saying nothing
In a manner of speaking
I don't understand
How love in silence becomes reprimand
But the way that i feel about you
Is beyond words
O give me the words
Give me the words
That tell me nothing
O give me the words
Give me the words
That tell me everything
In a manner of speaking
Semantics won't do
In this life that we live we live we only make do
And the way that we feel
Might have to be sacrified
So in a manner of speaking
I just want to say
That just like you I should find a way
To tell you everything
By saying nothing.
O give me the words
Give me the words
That tell me nothing
O give me the words
Give me the words
Give me the words

Para todos os que gostam da vida e do melhor que ela nos dá pois a tristeza não nos trás felicidade.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

AO MEU PAI

Para ti pai que estás a passar novamente por tudo isto cá vai uma pequena lembrança minha. És o meu heroi e invencível por isso não te deixes agora ir abaixo. Lembra-te do que me dizias quando eu era pequeno e até há bem pouco tempo. Nunca desistas do que queres filho. Pois bem neste momento só quero que voltes a estar bem, com o bom humor e loucura que sempre nos habituaste. Regressa pois ainda tens muito para discutir comigo e sempre me ensinaste que quando estamos mal lutamos lutamos até conseguirmos o que queremos. Neste momento estou bastante impotente para te ajudar mas posso sempre dar-te o meu sorriso e força.

Um riso louco pai, um riso louco.

João

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Cá vai disto!

Bom parece que chegou a hora de parar um pouco com esta coisa dos blogs. Teatcha aceitou um novo desafio e não lhe vai sobrar muito tempo para estar por estas bandas. Por isso em forma de um até já e porque o espectáculo tem de continuar...

domingo, 8 de junho de 2008

domingo, 1 de junho de 2008

Dia da Criança...

E é verdade hoje é o dia da criança. Por isso cá vai:



Todos os dias aprendemos acerca de nós e mal daqueles que sentem que já não sentem. Para a minha Margarida cá vai uma grande gargalhada...

MAIS UMA...

terça-feira, 27 de maio de 2008

terça-feira, 20 de maio de 2008

Carlitos



Apenas uma recordação da "Aventura Suburbana"...

sábado, 10 de maio de 2008

FOLIA

Mais um ano a passar e mais um verão que se aproxima em grande escala. Parece que é desta vez que teatcha vai participar após um longo período de ausência num espectáculo Tapafuriano. "FOLIA". Teatcha sente um misto entre alegria e medo. Para a alegria não há remédio pois ou se sente ou não se sente. Para o medo o melhor é comprar um cão e trabalhar mesmo pois estou a ver se tiro a ferrugem. Para todos os velhos foliões e novos foliões beijos e abraços e um até já.

Aqui está uma gira que já não via há algum tempo...






Teatcha

sábado, 26 de abril de 2008

domingo, 20 de abril de 2008

Florença, uma cidade LINDA


Eis uma cidade linda parece um pequeno Jardim Secreto perdido em Itália. Na Ponte Vecchio onde tudo se passa... Talvez alguns amigos se lembrem dela!

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Bjork


Esta vai direitinha para o Corvo de Ténis. Ou deverei dizer Rui Mário...

Beatles Come Together

Provavelmente a melhor musica do mundo!!!

quinta-feira, 3 de abril de 2008

quinta-feira, 27 de março de 2008

Robert Lepage, actor, encenador e dramaturgo canadiano é o autor da Mensagem para o Dia Mundial do Teatro 2008.

"Existem várias hipóteses sobre as origens do teatro, mas aquela que me interpela mais tem a forma de uma fábula:
Uma noite, na alvorada dos tempos, um grupo de homens juntou-se numa pedreira para se aquecer em volta de uma fogueira e para contar histórias. De repente, um deles teve a ideia de se levantar e usar a sua sombra para ilustrar o seu conto.
Usando a luz das chamas ele fez aparecer nas paredes da pedreira, personagens maiores que o natural. Deslumbrados, os outros reconheceram por sua vez o forte e o débil, o opressor e o oprimido, o deus e o mortal.Actualmente, a luz dos projectores substituiu a original fogueira ao ar livre, e a maquinaria de cena, as paredes da pedreira.
E com todo o respeito por certos puristas, esta fábula lembra-nos que a tecnologia está presente desde os primórdios do teatro e que não deve ser entendida como uma ameaça, mas sim como um elemento unificador.
A sobrevivência da arte teatral depende da sua capacidade de se reinventar abraçando novos instrumentos e novas linguagens. Senão, como poderá o teatro continuar a ser testemunha das grandes questões da sua época e promover a compreensão entre povos sem ter, em si mesmo, um espírito de abertura? Como poderá ele orgulhar-se de nos oferecer soluções para os problemas da intolerância, da exclusão e do racismo se, na sua própria prática, resistiu a toda a fusão e integração?
Para representar o mundo em toda a sua complexidade, o artista deve propor novas formas e ideias, e confiar na inteligência do espectador, que é capaz de distinguir a silhueta da humanidade neste perpétuo jogo de luz e sombra.
É verdade que a brincar demasiado com o fogo, o homem corre o risco de se queimar, mas ganha igualmente a possibilidade de deslumbrar e iluminar."

Robert Lepage


Já agora espero que este ano seja mais um bom ano tapafuriano já que não vai ser fácil. Mas para todos os que são pessimistas cá vai: lembrem-se que o grupo já passou por várias crises e que sempre as soube ultrapassar. Um especial abraço para o Rui Mário sem o qual este grupo não teria ido e seguido em frente.

quarta-feira, 26 de março de 2008

Férias

Que bom férias. O merecido descanso após o trabalho. O ideal seria dormir muito, passear e comer bem. Pois bem cá estou eu na Aldeia das Dez perdida entre Avô e Arganil. De papo para o ar e a passear são neste momento os desportos favoritos de Teatcha. Brevemente irei a Piodão e à fabulosa Fraga da Pena. Como é bom...

sábado, 22 de março de 2008

Primavera


Por norma não costumo ligar muito às estações do ano, quer dizer quando era pequeno num teste na primária uma das perguntas era "Quantas estações do ano existem?", pergunta à qual eu respodi, "Primavera, Verão, Outono, Inverno". A pergunta seguinte era "Em que estação estamos?", à qual eu respondi Rio de Mouro. Nesse tempo de facto eu ligava às estações do ano e mais além. Mas este ano decidi dar alguma importânica ao facto por isso deixo-vos uma bela papoila que fotografei esta Sexta Feira em Vila Viçosa.

sábado, 15 de março de 2008

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

MUDAR

É interessante em como as pessoas mudam, a vida muda e até o corpo muda. Tudo muda. Mas afinal o que fica? A memória? Isto porque vou mudar de função naquela coisa onde o Francisco trabalha. É bom mudar não é? Ou melhor por vezes é bom mudar para se ver até onde estamos satisfeitos com a vida...

Teatcha

sábado, 9 de fevereiro de 2008

Entre o 6 e o 8



Ora aí está! Depois de uma noite atribulada entre um copo e outro, nem sei mesmo se não foram 7 cabe-me a mim colocar aqui a definição do número. Cá vai

O sete (7) é o número natural que segue o seis e precede o oito.

O sete é 7 em algarismo arábico e VII em algarismo romano

O 7 é o quarto número primo. O número primo seguinte é o onze.

O polígono de 7 lados recebe o nome de heptágono.

7 são os pecados capitais, de acordo com a Bíblia.

7 são as artes.

7 são as notas da escala diatônica.

7 são as cores do arco-íris.

7 é o número de dias da semana.

7 são as maravilhas do mundo antigo.

Diz-se que, quando fazemos diabruras ou desatinos, estamos a Pintar o Sete.

Por estes e outros motivos, o 7 é tido por alguns, como um número mágico.



O que haverá mais com este número?

Fica aqui uma musica dos James que por acaso também têm um albúm chamado Seven

boomp3.com

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

IN VINO VERITAS


Teatcha não poderia deixar este ano sem falar um pouco de vinho tinto. É incrivel como o vinho nos proporciona bons momentos e nos faz muitas vezes falar e descontrair. Para quem aprecia sabe que a verdade vem sempre depois de um bom copo de vinho. Para hoje recomendo um velho conhecido meu o Quinta do Carmo (de preferência de 2001)

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Monty Python - Dead Parrot

Talvez o melhor de todos (para mim claro está)

sábado, 26 de janeiro de 2008

Restaurantes/Fumo


Esta lei do tabaco como lhe chamam não deixa de ser caricata. Todos a criticam quer os consumidores fumadores, quer os donos dos estabelecimentos, no entanto pelo que Teatcha pode verificar rapidamente todos se adaptaram à situação denotando-se um muito melhor ambiente em todo lado. Será que a lei é assim tão má?

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Bebé


Para que não restem dúvidas Teatcha é pai e Zorbas mãe de uma bela flor... Confuso não é. Pois é nem tudo o que parece é e Teatcha cada dia que passa aprende mais sobre isso. Mas voltando à vaca fria por hoje só tenho duas perguntas a fazer: porque é que os bebés comem de três em três horas e porque raio todos dizem que o nariz do bebé é o do pai e a boca da mãe quando as partes do corpo da bebé são só dela e de mais ninguém?